Busca

Menus do Site



FOTOTERAPIA CAPILAR

Os cabelos são extremamente importantes na construção de uma identidade pessoal e individualizada, exercendo importante papel na autoestima e no aspecto psicossocial de uma pessoa.
Portanto, a queda de cabelos não é uma questão relacionada apenas com a aparência física, mas sim à autoestima e à personalidade; podendo trazer  diversas consequências emocionais.
As quedas de cabelo podem acontecer devido a diversos fatores, como:
 

  •  Fatores genéticos e hormonais;
  •  Infecções e doenças autoimunes;
  •  Fatores relacionados à dieta, como deficiência de vitaminas, proteínas e ferro;
  • Uso de algumas medicações e processos químicos agressivos;
  • Cirurgias, partos e outros procedimentos;
  • Fatores psico-emocionais, como tensão, ansiedade, estresse e depressão.


Dependendo da causa, existem diversas vertentes de tratamento, como o uso de medicações; shampoos, condicionadores, cremes e pomadas dermatológicas e o USO DO LASER


“LASER” é a abreviação de light amplification by stimulated emission of radiationque pode ser traduzido como: amplificação da luz por emissão estimulada de radiação. É um recurso terapêutico físico luminoso que emite radiações eletromagnéticas.


O laser utilizado nas sessões de tratamento da queda de cabelos é o de baixa potencia. O laser de baixa potência atinge a potência de 1 a 500 miliwatts (mw), ao contrário dos lasers de alta potência que atingem 3000 a 10.000 mw. 


O mecanismo de ação dos lasers de baixa potência é o de fotobioestimulação, que atua sobre os processos bioquímicos da pele, aumentando a atividade celular sem causar dano térmico às estruturas do tecido. A fotobioestimulação pode causar, dentre outros fatores, uma estimulação do crescimento de pelos. Pela baixa potência, esse tipo de laser não apresenta efeitos carcinogênicos, térmicos ou ionizantes.
 

A duração, o tempo de tratamento e a frequência da aplicação são definidos pelo especialista; porém, geralmente, são feitas de uma a 3 sessões semanais, com duração de 15 minutos, por 3 a 6 meses.

Indicações do Uso

- Algumas das indicações do uso dessa modalidade terapêutica são:
 

  • Redução da progressão das alopecias androgenéticas masculina e feminina;
  • Tratamento de eflúvio telógeno agudo e quadros de queda temporária dos cabelos;
  • Como coadjuvante no tratamento da Dermatite seborreica de couro cabeludo.
  • Pós-cirurgia de transplante capilar, para acelerar a cicatrização e ajudar no crescimento dos fios transplantados;



Forma de Uso

 



 

 

FASE 01:pêlo em fase anágena (crescimento).
O laser ou LED atuam muito bem nesta fase estimulando o metabolismo da raiz e a vascularização.


FASE 02: pêlo em fase telógena (queda).
O laser ou LED atuam bem nesta fase, estimulando o crescimento do novo pêlo que está por vir.


FASE 03:pêlo miniaturizado (fase de atrofia).
O laser ou LED podem recuperar a vitalidade deste tipo de pêlo, fazendo com que ele volte aengrossar parcialmente.


FASE 04:Não há mais raiz "viva".
O laser ou LED não atuam. Não há como reativar uma raíz que já não existe mais.

EFEITOS FISIOLÓGICOS PROMOVIDOS PELA LASERTERAPIA:

 


 

 
  • Estimula o metabolismo celular, a síntese de ATP e a divisão celular;
  • Promove a vasodilatação dos capilares localizados abaixo dos folículos pilosos;
  • Estimula a proliferação de fibroblastos e a síntese de colágeno;
  • Estimula a chegada de nutrientes e energia para os folículos;
  • Aumenta o crescimento proteico.
  •  

BENEFÍCIOS DA LASERTERAPIA NO TRATAMENTO DE QUEDA DE CABELOS:

 



 

 
  • Pode ser usada em homens e mulheres;
  • Não há efeitos adversos significativos relatados;
  • É limpo e indolor.
  • O crescimento do cabelo pode ser estimulado tanto no topo e ao redor da cabeça, quanto continuamente com a linha da testa.




(Fonte: Fisioterapia PUC MInas, blog)
 

 

Para agendar uma avaliação gratuita ligue no T (11) 5051-4282
 

Tecnologia Site Inteligente Home : Contato : Mapa do Site